sábado, 26 de abril de 2014

Sim, baby, sozinha.

Aprendi a ser só meu bem,
e não havia outro motivo
Um dia eu olhei ao redor
e não havia ninguém.

Eu aprendi a ser só baby,
foi preciso,
eu era um ouriço cheio de espinhos
eu era um diamante não lapidado, o risco era alto
de ficar perto de mim.

eu aprendi a ser só sunshine.
porque as pessoas faziam barulho demais
rasgando suas bocas
num riso que eu não compreendia
aquilo nunca me pareceu real.

Eu aprendi a ser só docinho,
sozinha
com tantas de mim
dentro de mim...

Nenhum comentário:

Postar um comentário